Bombeiros retomam buscas por pescadores na Enseada, em São Francisco do Sul - Segurança - O Sol Diário

Naufrágio27/10/2016 | 10h16Atualizada em 27/10/2016 | 10h51

Bombeiros retomam buscas por pescadores na Enseada, em São Francisco do Sul

Prefeitura começou na manhã desta quinta a limpeza da praia de Fora, onde o barco ficou encalhado na manhã de quarta

Bombeiros retomam buscas por pescadores na Enseada, em São Francisco do Sul Salmo Duarte/Agencia RBS
Naufrágio mobilizou bombeiros, Prefeitura e a Marinha em São Francisco do Sul Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS
Leandro S. Junges

leandro.junges@an.com.br

Os bombeiros militares de São Francisco do Sul retomaram na manhã desta quinta-feira as buscas por dois pescadores desaparecidos desde a madrugada de quarta-feira.

Confira outras notícias de Joinville e região.

Eles estavam no barco Novo Horizonte, que naufragou a 400 metros da costa, perto da Praia de Fora, entre a Enseada e a Prainha. As buscas se concentram entre as praias e duas ilhas que ficam a cerca de dois quilômetros da costa.

Segundo o tenente Jonas Lemos Talaisys, as condições de maré e a neblina ainda não são as ideias para fazer as buscas, mesmo assim um grupo voltou ao mar para tentar encontrar os pescadores.

Enquanto isso, uma equipe da Prefeitura de São Francisco do Sul começou a retirada da madeira e de todo tipo de resíduos que se desprenderam da embarcação e que ficaram espalhados pela areia da praia.

O barco tinha 13 metros de comprimento e custava em torno de R$ 200 mil, segundo um dos donos da empresa que esteve no local. Mas não tinha seguro.

Ele foi praticamente desmontado pelas equipes de salvamento porque havia a expectativa de que pelo menos um dos pescadores pudesse estar preso em um dos compartimentos da embarcação virada na praia.

A Delegacia da Marinha, em São Francisco do Sul, abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do naufrágio.

Segundo os pescadores, o barco saiu de Cananéia, no interior de São Paulo, na segunda-feira, para rebocar uma outra embarcação e pescar por alguns dias no litoral de Santa Catarina.

Na madrugada de quarta-feira, ao passar por São Francisco do Sul, uma onda teria virado o barco. Os tripulantes teriam ficado pelo menos meia hora sobre o casco virado, em alto mar.

Só três conseguiram chegar nadando até a base da Petrobras, na ponta da Enseada. Odair José Alves, de 38 anos, Airo Felipe Mateus, 21, Ênio Cardoso de Souza, 27 anos, foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de São Francisco do Sul.

Em choque, eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ubatuba.

A identidade dos outros dois pescadores não foi revelada pela empresa. Segundo os amigos que conseguiram se salvar, seus nomes são Fernando e Bruno e têm 25 e 22 anos. Um deles tem dois filhos em Cananéia. O outro é recém casado.


Mar agitado

A previsão é de que o tempo não colabore com as buscas pelo menos até o fim de semana.

Entre esta quinta-feira e sábado o mar ficará agitado, com chance de ressaca em diversos pontos, por conta do vento sul intenso e a influência de um ciclone extratropical.

Segundo a Epagri Ciram, órgão estadual de monitoramento do clima, há possibilidade de ondas altas com picos de 3 a 5 metros (especialmente em áreas mais afastadas da costa), trazendo risco para atividades de navegação e pesca no Litoral de SC.



A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Buscas 24/10/2016 | 11h26

Familias de pescadores desaparecidos em naufrágio seguem em busca de notícias em Itajaí

Queixa é de falta de informações concretas sobre as buscas da Marinha

 

Veja também

  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros