Vídeo de policial agredindo trabalhador em Navegantes gera polêmica - Segurança - O Sol Diário

Violência21/10/2016 | 08h24

Vídeo de policial agredindo trabalhador em Navegantes gera polêmica

Homem que trabalhava no Centro de Navegantes leva socos antes de ser preso

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra uma ação da Polícia Civil de Navegantes que tem gerado polêmica. Nas imagens, publicadas nesta quarta-feira, um policial civil agride um homem no chão antes de o prender e colocar na viatura, sob protestos de moradores que presenciavam a cena à luz do dia.

A ação aconteceu na Avenida Prefeito José Juvenal Mafra, no Centro de Navegantes. O homem é um trabalhador da empresa Raimondi Artefatos de Cimento, contratada para fazer a pavimentação da via, que passa por obras de macrodrenagem. De acordo com o relato de testemunhas, a confusão começou quando o trabalhador não liberou a rua em obras para a passagem da viatura. O advogado contratado pela empresa que cuida do caso não soube passar mais detalhes da ocorrência, mas disse que o homem foi levado à delegacia e liberado logo em seguida.



O Santa tentou entrar em contato com o delegado da Polícia Civil local, mas ele não atendeu as ligações e nem foi encontrado pessoalmente pela reportagem da RBS TV, que também não conseguiu contato com o delegado regional. Pela assessoria de imprensa, a delegacia-geral da Polícia Civil de SC informou que não irá se manifestar.

Consultado pelo Santa para avaliar o vídeo, o professor de Direito da Univali e especialista em Segurança Pública Juliano Keller do Valle afirma que houve abuso de autoridade por parte dos policiais. Segundo ele, a agressão vista logo no início do vídeo é injustificada porque não houve reação do homem abordado. O abuso se aplicaria também ao outro policial pelo fato de colaborar e dar voz de prisão à vítima da agressão.

– Ainda que ele tivesse impedido os policiais de transitar, nada disso justificaria, até porque ele estava desarmado e não estava em prática delitiva, pelo contrário, estava trabalhando.

Ocorrência por desacato poderia ser registrada sem condução

Segundo o especialista, uma eventual ocorrência por desacato poderia ser registrada na delegacia sem a necessidade de condução, com a pessoa sendo chamada futuramente para prestar esclarecimentos.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Veja também

  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros