Investimento em policiamento cai 63,7% no Estado entre 2014 e 2015  - Segurança - O Sol Diário

Segurança SC03/11/2016 | 06h33Atualizada em 03/11/2016 | 09h18

Investimento em policiamento cai 63,7% no Estado entre 2014 e 2015 

Queda nos recursos para o setor é a segunda mais alta do país segundo 10º Anuário Anuário Brasileiro de Segurança Pública 

A cada R$ 3 gastos com policiamento pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado em 2014, apenas R$ 1 foi desembolsado para a mesma finalidade no ano seguinte. A queda de 63% nos recursos para as polícias deixa Santa Catarina com a incômoda segunda maior redução de investimentos entre os Estados do país, de acordo com o levantamento do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado hoje. O estudo elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) aponta ainda números de violência.

Com mais de 150 páginas, a 10ª edição do anuário leva em consideração informações coletadas nos ministérios da Justiça e da Fazenda, além de pedidos por Lei de Acesso à Informação feitos pelo próprio Fórum. Para Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do FBSP e um dos organizadores do levantamento, a queda de investimentos em policiamento é preocupante, mas não pode ser utilizada como único parâmetro para analisar a segurança pública em uma região.

– Nem sempre mais dinheiro significa mais segurança. Em média, o país tem aumentado as despesas, mas a criminalidade aumentou. Ainda assim, mais dinheiro é importante para manter a máquina pública, e ele precisa ser gasto de forma mais planejada em um setor tão delicado quanto a segurança – conta Renato. 

Cresce gastos em municípios

Os dados apontaram um crescimento de 5,9% no número de mortes violentas em Santa Catarina no período entre 2014 e 2015. Os registros passaram de 921 para 976. O crescimento destoou da média nacional, que teve uma redução de 1,2%. Além disso, os roubos e furtos de veículos aumentaram 11,6% e 14,6% respectivamente no período. O professor de Direito da Univali Rodrigo Mioto dos Santos, especialista em segurança pública, avalia que o tipo de despesas com policiamento interfere apenas em alguns tipos de crimes:

– O policiamento ostensivo influencia diretamente em crimes como roubos e furtos, que são intimidados por mais agentes na rua. Crimes violentos e homicídios são atos muito específicos. Mas é claro que um aumento de crimes violentos deve servir de alerta.

A 10ª edição do anuário revela ainda que os municípios brasileiros estão aumentando investimentos na área de segurança. Entre 1998 e 2015 houve um crescimento de 394% nas despesas com a área pelas prefeituras, considerando valores já corrigidos. Sem detalhar quais locais investiram mais, o levantamento mostra que se verifica em cidades de todos os portes populacionais, mas é mais acentuado entre aquelas com população entre 100 mil e 500 mil habitantes. No último ano, ao menos 1.836 municípios declararam algum gasto na segurança pública, o que corresponde a 33% das cidades brasileiras.

– Os representantes municipais começaram a entender que também possuem um papel importante na área de segurança. Alguns Executivos chegam a pagar despesas com delegacias e diárias de efetivo. Além disso, gastos com iluminação pública, fiscalização de bares e ambulantes, regularização fundiária e câmeras de trânsito também podem ser considerados em função segurança pública – explica Renato Sérgio de Lima.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de SC na quarta-feira, que respondeu que o secretário Cesar Grubba só vai comentar os números após ter acesso ao estudo completo do Anuário 2016. 

Leia mais:

Anuário da Violência: SC teve aumento de latrocínios e mortes violentas em geral em 2015
Rafael Martini: Números da PM indicam queda em indicadores de violência na Capital
Complexo que abrigará comandos da segurança pública catarinense será inaugurado somente em 2017
Complexo penitenciário de Itajaí passa de unidade modelo a centro da crise na segurança pública

 

Veja também

  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros