Mulher que matou ex-namorado em Florianópolis é absolvida da acusação de homicídio - Segurança - O Sol Diário

Júri popular17/11/2016 | 15h52Atualizada em 17/11/2016 | 21h03

Mulher que matou ex-namorado em Florianópolis é absolvida da acusação de homicídio

Jurados acolheram pedido da promotoria e entenderam que houve legítima defesa.

Mulher que matou ex-namorado em Florianópolis é absolvida da acusação de homicídio Diorgenes Pandini/Agencia RBS
Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

A massagista Ana Raquel Santos da Trindade, 31 anos, foi absolvida nesta quarta-feira da acusação de homicídio por matar o ex-namorado Renato Patrick Machado de Menezes em Florianópolis. Os jurados entenderam que houve legítima defesa, e também a inocentaram da acusação de porte ilegal de arma. Emocionada, a ré não quis falar com os jornalistas ao final do julgamento, na tarde desta quinta-feira no Fórum do Centro.

Durante o julgamento, o promotor Andrey Cunha Amorim pediu a absolvição de Ana Raquel. Para ele, a ré agiu em legítima defesa própria e do filho, já que sofria violência e ameaças constantes do ex-companheiro. Também afirmou que, no caso, a Justiça foi falha em lhe oferecer proteção.

O crime de que Ana Raquel Santos da Trindade foi acusada ocorreu  em Florianópolis em 16 de novembro de 2014, quando ela atirou nove vezes contra Menezes, que havia invadido a sua casa no bairro Ingleses. Ela afirma que era escrava sexual dele e que o matou para se defender das ameaças e agressões. 

Na época, Ana Raquel chegou a ser presa, mas foi liberada com a alegação de legítima defesa. A acusação justifica que o crime foi de homicídio por ela ter disparado seis vezes e ainda recarregado a arma, sem dar chance de defesa à vítima.

 

Veja também

  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros