Polícia Federal busca peças furtadas da coleção Geyer, do Museu Imperial - Segurança - O Sol Diário

Operação18/01/2017 | 09h21Atualizada em 18/01/2017 | 09h21

Polícia Federal busca peças furtadas da coleção Geyer, do Museu Imperial

Mandados são cumpridos no Rio de Janeiro, em São Paulo e na Bahia

Agência Brasil
Agência Brasil

Policiais federais cumprem, nesta quarta-feira, mandados de busca e apreensão para tentar localizar peças furtadas da coleção Geyer, do Museu Imperial. Os três mandados estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro, em São Paulo e na Bahia.

As peças furtadas faziam parte de uma coleção privada de 4 mil obras, de propriedade de Paulo Geyer, que foi doada em 1999 por ele ao Museu Imperial, junto com a casa em que morava. Os bens só passariam ao museu público após a morte de sua mulher, Maria Cecília, o que ocorreu em 2014.

Leia mais
Polícia investiga morte de criança de quatro anos em Cachoeirinha
Mulher morre baleada dentro de casa na zona norte de Porto Alegre
Homem é morto a tiros em Nova Santa Rita

Logo após a morte de Maria Cecília, a Polícia Federal (PF) informou que algumas peças foram furtadas antes de serem definitivamente incorporadas ao acervo do Museu Imperial. A PF suspeita que os objetos foram furtados por parentes de Paulo Geyer.

A chamada coleção Geyer fica na antiga casa do milionário, que tornou-se um museu chamado Casa Geyer, no Rio. A casa é vinculada ao Museu Imperial de Petrópolis, na região serrana fluminense.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSuspeito de homicídio na Nova Rússia em 2014 é absolvido https://t.co/WfqXHo3qAohá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPara líder, governo já tem votos para aprovar reforma da Previdência https://t.co/iv3DQFG9FHhá 3 horas Retweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros