Corpo é encontrado durante demolição de casas na comunidade do Siri, em Florianópolis - Segurança - O Sol Diário

Norte da Ilha02/02/2017 | 13h51Atualizada em 02/02/2017 | 17h09

Corpo é encontrado durante demolição de casas na comunidade do Siri, em Florianópolis

Vítima estava enterrada nas dunas

Corpo é encontrado durante demolição de casas na comunidade do Siri, em Florianópolis Cristiano Andujar/Divulgação
Foto: Cristiano Andujar / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O corpo de um homem foi encontrado por volta do meio-dia desta quinta-feira durante uma operação de demolição de casas irregulares na comunidade do Siri, na região dos Ingleses, em Florianópolis. A polícia encontrou o corpo enterrado nas dunas que ficam perto das moradias, no norte da Ilha de Santa Catarina.

O delegado titular da Delegacia de Homicídios da Capital, Ênio Mattos, esteve no início da tarde no Siri e já solicitou exames periciais ao Instituto Geral de Perícias (IGP) na tentativa de descobrir a identidade do homem enterrado e as causas de sua morte.

Ênio confirma que houve homicídio, mas ressalta que agora é preciso descobrir como e por quê. Sobre o tempo em que o cadáver estava sob as dunas, disse ser recente. Aparentemente, observa, se trata de um homem de meia idade, segundo o delegado. Ainda não é possível saber se a vítima era trabalhador ou tinha relação com o tráfico.

Policiais civis e militares acompanhavam a operação feita por funcionários da prefeitura. Ao todo, cerca de 100 pessoas, entre policiais civis e militares e servidores da Floram e Comcap fizeram visitas a cerca de 35 moradias abandonadas. De acordo com a PM, os locais que foram demolidos eram usados por integrantes de facções que controlavam o tráfico de drogas na área. 

A prefeitura informou que as casas estavam em Área de Preservação Permanente (APP). Segundo moradores relataram à reportagem da RBS TV, algumas casas demolidas não pertenciam aos grupos criminosos e os antigos habitantes pretendiam voltar.

Foto: Cristiano Andujar / Divulgação

De acordo com o comandante do 21º Batalhão da PM no norte da Ilha, tenente-coronel Sinval Santos da Silveira Junior, a polícia fez a sinalização dos locais a serem demolidos e prestou apoio à prefeitura. 

— Fizemos uma varredura na área e a prefeitura entrou com as máquinas para demolir as casas que estavam desabitadas para evitar que marginais pudessem se apropriar — disse o comandante.

Os trabalhos foram liderados pelo fiscal da Floram Walter Hachow. O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Nelson Gomes Mattos Júnior, afirmou que essas operações irão ocorrer sistematicamente na atual gestão.

Foto: Cristiano Andujar / Divulgação


Foto: Arte DC / Arte DC

Leia mais notícias: 
Veículo é incendiado em Palhoça, na Grande Florianópolis
Circula nas redes sociais notícia falsa sobre fechamento do Túnel Antonieta de Barros, em Floripa

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCorpos das crianças mortas em incêndio serão sepultados neste sábado em Pomerode https://t.co/HHhrvyRWOvhá 22 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioComitiva da Defesa Civil de SC irá aos EUA para treinamento do novo radar móvel que cobrirá o Sul https://t.co/Ckv4ZMAVdshá 22 minutosRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros