Imigrantes trabalhadores estão na origem da povoação do Monte Cristo, em Florianópolis - Segurança - O Sol Diário

Segurança SC11/02/2017 | 07h10Atualizada em 11/02/2017 | 07h10

Imigrantes trabalhadores estão na origem da povoação do Monte Cristo, em Florianópolis

Imigrantes vindos do Oeste e da Serra catarinense foram os primeiros a ocupar a área chamada até então de Pasto do Gado, no começo dos anos 1980, nas margens da Via Expressa, em que hoje fica o Monte Cristo, região continental de Florianópolis. As centenas de famílias saíram das regiões de origem por causa da venda de terras por patrões da agricultura e em busca de uma vida melhor. Em condições precárias, se instalaram em maioria em barracos de movimento dos sem-teto.

Na década de 1990, a então prefeita Angela Amin construiu as casinhas populares de alvenaria numa ação para melhorar a vida dos habitantes. A medida inspirada em modelo internacional teve aprovação.

Ao longo dos anos, o bairro passou a ser dominado por traficantes, a violência aumentou nos últimos anos e nunca mais saiu, estigmatizando especialmente a Chico Mendes e a Novo Horizonte. Adolescentes crescem traumatizados e boa parte deles é recrutada pelo crime. Parcela significativa se torna olheiro e aviãozinho e acaba morta.

— A gente veio pra cá assim como hoje tem esse movimento dos haitianos e baianos vindo. A mão de obra de Florianópolis está ali, tem muita gente boa — diz um dos primeiros habitantes, enaltecendo pessoas que deram certo e hoje têm trabalho digno. Projetos e ações sociais existem liderados por Organizações Não-Governamentais. O que falta, diz o morador, é investimento nas atuais ações e o poder público encorajar servidores a mudar a realidade do bairro.

Prefeito promete ações

O prefeito Gean Loureiro (PMDB) prometeu cuidar pessoalmente de novas iniciativas que trarão melhorias ao Monte Cristo. As ações serão o fortalecimento de políticas sociais e educacionais e as parcerias público privada. Gean pretende retomar o projeto de instalação do parque na imensa área ao lado de um supermercado, o que nas gestões passadas ficou esquecido por impasses na posse do terreno. Ele garante que também tem feito reuniões com a Secretaria de Segurança Pública em busca da paz ao lugar.

Leia também:

Polícia compara a região do Monte Cristo, na Capital, à Faixa de Gaza

Polícia apreende fuzil e cerca de mil munições no bairro Saco dos Limões, em Florianópolis

Em semana tensa na Grande Florianópolis, comandante-geral da PM diz: "Situação está sob controle"

PM alerta que texto que fala sobre a segurança na região do Monte Cristo é falso

Secretaria promete intensificar policiamento e investigação no Monte Cristo, em Florianópolis

Indícios apontam que ataques na Grande Florianópolis são reação contra ações da Polícia Militar

Tiroteio no Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos

O Sol Diário
Busca