Vereador e mais 17 suspeitos são presos em operação contra o tráfico de drogas - Segurança - O Sol Diário

Noite Branca16/03/2017 | 07h39Atualizada em 16/03/2017 | 14h42

Vereador e mais 17 suspeitos são presos em operação contra o tráfico de drogas

Conforme a investigação, entorpecentes eram enviados do Vale do Sinos e da Grande Florianópolis para o noroeste gaúcho

Vereador e mais 17 suspeitos são presos em operação contra o tráfico de drogas Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira, uma operação em 12 cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Batizada de Noite Branca, o objetivo é combater o tráfico de drogas no noroeste gaúcho, que recebia vários tipos de entorpecentes do Vale do Sinos e da Grande Florianópolis. Até as 9h30min, 18 pessoas haviam sido presas, três delas em flagrante. Entre os presos, está um vereador do município de Bom Progresso.

O esquema envolvia até o presídio do município e o volume de drogas comercializadas atingia o valor de R$ 250 mil mensais. Cerca de 200 policiais cumprem 17 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 48 de busca e apreensão, e cinco de apreensão e sequestro de veículos. 

Leia mais:
Homem é morto com 11 tiros em Nova Hartz
Ataque a tiros deixa um morto e três feridos em Guaíba
VÍDEO: "A gente tinha uma relação de amigo", diz padrasto de jovem morto em assalto na Capital

No RS, a operação ocorre nas cidades de Santa Rosa, Três de Maio, Horizontina, Porto Lucena, Três Passos, Miraguaí, Sede Nova, Bom Progresso, Crissiumal, Novo Hamburgo e Estância Velha. Em Santa Catarina, ocorre em São José.

Investigação

A investigação, da 1ª Delegacia de Polícia de Santa Rosa e coordenada pelo delegado Vilmar Schaefer, durou cerca de um ano e meio. Neste período, foram presos em flagrante oito traficantes e todos seguem detidos. Também foram apreendidas cocaína, maconha, LSD e ecstasy, além de dinheiro, balanças de precisão e material utilizado na embalagem das drogas.

Ao todo, nove inquéritos policiais foram instaurados para a apuração de condutas destes traficantes associados em uma complexa e bem estruturada organização criminosa. Inicialmente, os entorpecentes eram enviados de Novo Hamburgo e, com a apuração policial, começaram a ser encaminhados de São José (SC).

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDiego Giaretta lamenta empate do Criciúma em casa: "Erro nosso, não tem o que reclamar" https://t.co/TuLwXdUwEohá 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma sai na frente, mas cede empate ao Oeste no Heriberto Hülse https://t.co/1RIIZQ4vqohá 4 horas Retweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros