Três suspeitos de assalto no Paraguai são mortos em confronto com a polícia - Segurança - O Sol Diário

Lago de Itaipu24/04/2017 | 19h04Atualizada em 24/04/2017 | 20h28

Três suspeitos de assalto no Paraguai são mortos em confronto com a polícia

Ainda não há informações sobre a recuperação de valores

Três suspeitos de assalto no Paraguai são mortos em confronto com a polícia Divulgação/Polícia Federal
Foto: Divulgação / Polícia Federal
Agência Brasil
Agência Brasil

Três suspeitos de participar do mega-assalto à sede da empresa de transportes de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, morreram nesta segunda-feira após troca de tiros com agentes das Polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF). Segundo a PRF, três veículos usados pela quadrilha, que roubou cerca de US$ 40 milhões na madrugada desta segunda-feira, foram localizados. Ainda não há informações sobre a recuperação de valores.

De acordo com a PRF, no início da tarde desta segunda, houve uma perseguição a uma caminhonete em que estavam entre oito e 10 envolvidos no assalto. Em um trecho da BR-277, os bandidos pararam e iniciaram o confronto. Dois morreram no local e um ficou ferido, foi socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital. Os demais conseguiram fugir.

Leia mais
Roubo milionário em Ciudad del Este foi feito por quadrilha brasileira, aponta MP paraguaio
Humberto Trezzi: Ataque com as digitais do PCC

Na caminhonete, havia um fuzil calibre 762, com 16 munições. Em um dos três veículos abandonados pela quadrilha e localizados por agentes da PRF, havia sete quilos de explosivos.

O presidente Michel Temer colocou a PF à disposição das autoridades paraguaias para a investigação do crime. 

Mega-assalto

Na madrugada desta segunda, um grupo de aproximadamente 50 pessoas assaltou a sede da Prosegur em Ciudad del Este, na Tríplice Fronteira. Eles conseguiram roubar cerca de US$ 40 milhões (o equivalente a R$ 125 milhões).

O dinheiro estava em um cofre que foi aberto com uso de explosivos e fuzis antiaéreos. O jornal paraguaio La Nación informou que o assalto foi liderado por membros da facção criminosa brasileira Primeiro Comando da Capital (PCC), que também atacaram a sede da polícia e do governo. Um policial identificado morreu no enfrentamento com os assaltantes.

Leia as últimas notícias de Polícia

*Agência Brasil

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTop da Bola premia os destaques do Campeonato Catarinense 2017 https://t.co/DyHtzcOhkLhá 36 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSC tem o dobro da média nacional de cidades com ginásios em escolas, aponta IBGE   https://t.co/nttLFCOPr5há 1 horaRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros