Juiz aceita denúncia e motorista que atropelou duas mulheres na SC-401 responderá por duplo homicídio - Segurança - O Sol Diário

Trânsito24/05/2017 | 15h27Atualizada em 24/05/2017 | 15h27

Juiz aceita denúncia e motorista que atropelou duas mulheres na SC-401 responderá por duplo homicídio

Pietro Gusen, 25 anos, está preso na Presídio de Florianópolis

Juiz aceita denúncia e motorista que atropelou duas mulheres na SC-401 responderá por duplo homicídio Naim Campos/Agência RBS
Uno usado por jovem que atropelou mulheres em moto Foto: Naim Campos / Agência RBS

O jovem Pietro Gusen, 25 anos, se tornou réu pelas mortes de duas mulheres em uma colisão na SC-401, em Florianópolis, no último dia 6 de maio. A denúncia do Ministério Público (MP) pelo crime de duplo homicídio qualificado foi aceita pelo juiz da Vara do Tribunal do Júri da Capital, Marcelo Volpato de Souza, na tarde desta terça-feira. Se condenado, o acusado pode pegar de 12 a 30 anos por cada uma das mortes, além da pena por embriaguez ao volante, de seis meses a três anos de prisão.

No acidente, morreram Rosymere Maria Martiolli Rodrigues e Solange Dutra Pereira. Ambas estavam em uma moto. Elas seguiam para o trabalho, quando nas proximidades do Cemitério Jardim da Paz, no Bairro Monte Verde, foram atingidas na traseira pelo Uno conduzido por Pietro. Ele parou no local e prestou socorro, segundo a denúncia do MP. O teste do bafômetro acusou 0,68 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

O MP afirma na denúncia que o acusado estava em uma festa momentos antes do acidente em Jurerê Internacional. Sérgio Murilo Rensi, um dos policiais que atendeu a ocorrência, relatou a condição de Pietro quando a viatura da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) chegou ao local: "aparentava estar embriagado, com odor etílico, olhos vermelhos". Na delegacia, Pietro se recusou a falar. Disse que só daria informações perante o juiz.

Mesmo que tenha prestado socorro e auxiliado familiares das vítimas, o juiz entende que a soltura de Pietro poderia demonstrar impunidade em casos semelhantes: "É cediço que a crescente escalada de crimes de homicídio sob direção de veículo por condutor embriagado trazem intranquilidade à sociedade e a soltura do agente, ao menos neste momento processual, deixaria latente o sentimento de impunidade e incentivaria a prática de idêntica conduta. O fato ainda é recente e gerou grande repercussão social".

A residência e ocupação fixas do acusado também foram minimizadas por Souza, que contrapôs com a ausência de carteira de habilitação por parte do motorista, o que segundo o juiz mostram "ainda mais o suposto risco por ele assumido na ocasião".

O que diz a defesa de Pietro Gusen

O acusado é defendido pelo advogado Marcos Paulo Silva dos Santos. No seu pedido de revogação da prisão preventiva, que foi negado pelo juiz, o defensor lista oito motivos contra a detenção do motorista. Segundo ele, Pietro não fugiu do local, não negou socorro, não descaracterizou o veículo, estava lúcido, tem residência e ocupação fixas e não resistiu à prisão. Ele ainda cita outros acidentes recentes em que os suspeitos fugiram do local e não assumiram suas responsabilidades.

Para o defensor, o trecho onde ocorreu a colisão auxiliou para o acidente:

— Além do mais, cumpre salientar que o local do referido acidente é conhecido pela população como ¿curva da morte¿, já que, por total descaso do poder público, não possui iluminação, o que resultou em diversos acidentes fatais.

Santos descarta que a colisão tenha sido um crime, como entendem a Polícia Civil, o MP e a Justiça:

— Em suma: o acidente foi uma fatalidade na vida do acusado e na das vítimas, e não há justificativa para a prisão preventiva! — escreveu no pedido de revogação da prisão preventiva. 

Colaborou Antonio Neto

Leia também:
Duas pessoas morrem em acidente de trânsito na SC-401 neste sábado
MP deve apresentar denúncia contra motorista envolvido em acidente



 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDiogo Vargas: chocante e horrenda a descoberta da rede de pedófilos https://t.co/1321NthwDGhá 14 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPedro Castro reconhece que a ansiedade tem atrapalhado o Avaí https://t.co/hZ3IZD47Q2há 34 minutosRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros