Vendedor de cachorro-quente é o principal suspeito de matar dois delegados federais em Florianópolis - Segurança - O Sol Diário

Duplo homicídio31/05/2017 | 11h53Atualizada em 31/05/2017 | 17h21

Vendedor de cachorro-quente é o principal suspeito de matar dois delegados federais em Florianópolis

Nilton Souza Junior também foi baleado durante confusão em casa noturna e está internado sob custódia no Hospital Florianópolis

Vendedor de cachorro-quente é o principal suspeito de matar dois delegados federais em Florianópolis Cristiano Estrela/Agencia RBS
Porta do local onde ocorreu o crime na madrugada desta quarta-feira Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Nilton Souza Junior, 36 anos, proprietário de um comércio de cachorro-quente do Bairro Estreito, na região Continental de Florianópolis, é o principal suspeito da Polícia Civil de ter matado dois delegados da Polícia Federal (PF) na madrugada desta quarta-feira. O rapaz também foi baleado durante a confusão na casa noturna onde morreram os policiais e está internado sob custódia no Hospital Florianópolis. A casa onde ocorreu o crime era conhecida nos arredores como Porta Azul.

Leia também
Dois delegados federais são mortos a tiros em Florianópolis

A Delegacia de Homicídios (DH) ainda faz buscas a outros dois homens que teriam auxiliado Nilton nos crimes. O comércio do empresário funciona em um veículo na Rua General Eurico Gaspar, no Estreito, nas proximidades da casa noturna onde ocorreu o desentendimento que gerou as mortes.

Segundo informações preliminares da polícia, Nilton e os dois amigos teriam se desentendido com os delegados, o que causou a troca de tiros. O confronto ocorreu no corredor de acesso à casa noturna. Na parede do local onde houve os disparos há várias marcas de tiros. Depois da confusão, o vendedor de cachorro-quente foi levado ao hospital em estado grave por um amigo não identificado.

O comércio de Nilton é bastante conhecido no Estreito. Na manhã desta quarta-feira, moradores das proximidades estavam surpresos com o ocorrido. Recentemente, o cachorro-quente dele foi notícia nacional por trazer opções doces. Além de trabalhar com o lanche, ele também tem um comércio de quindins.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol Diário"Reforço" do Figueirense, Luiz Fernando espera chance para ajudar https://t.co/hwq3PEf7vOhá 23 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDepois de seis anos, Maria Bethânia retorna a Florianópolis para show em dezembro https://t.co/4JxQ12vLFwhá 1 horaRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros