Duas mulheres são baleadas em assalto a ônibus em Caçador - Segurança - O Sol Diário

Violência29/07/2017 | 10h07Atualizada em 29/07/2017 | 13h21

Duas mulheres são baleadas em assalto a ônibus em Caçador

Bandidos também prenderam os passageiros dentro do bagageiro do veículo

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Duas mulheres foram baleadas na cabeça na madrugada deste sábado em um assalto a ônibus em Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina. Os bandidos também prenderam os 42 passageiros no bagageiro do veículo após a ação. O crime ocorreu por volta de 1h na rodovia 350, no distrito de Taquara Verde, em um ônibus da Catarinense que fazia a linha Florianópolis-Assunção (Paraguai).

Conforme informações da Polícia Militar, os assaltantes se aproximaram com um carro e atiraram diversas vezes contra a cabine do motorista, fazendo com que o ônibus parasse às margens da rodovia. Usando balaclavas para esconder o rosto, três bandidos invadiram o veículo, obrigaram os passageiros a ficar só com as roupas íntimas e trancou todas no bagageiro. Os criminosos levaram apenas dinheiro das vítimas e obrigaram o motorista a levá-los até uma área de reflorestamento de pinus. No local, eles também colocaram o motorista no bagageiro e fugiram.

Depois de cerca de uma hora e meia presos, os passageiros conseguiram arrombar o bagageiro por dentro. O ônibus seguiu viagem até a rodoviária de Caçador, onde a polícia e o socorro médico às vítimas baleadas foram acionados. Uma mulher foi atingida apenas de raspão e a outra ficou com a estilhaços de uma bala alojados na cabeça, sendo conduzida pelo Samu ao Hospital Maice sem risco de morte.

— Começou um barulho, parecia chuva de granizo forte. Nisso o ônibus já parou, o pessoal ficou em alerta e imaginamos que fosse assalto. Aí entraram no ônibus fazendo barulho, mandaram todo mundo baixar a cabeça e foi um horror. A todo momento pediam pra não olhar pra eles e dar todo o dinheiro que tivesse. Depois pediram que a gente tirasse a roupa e falaram que se encontrassem mais dinheiro escondido ia ver de quem era e seria pior. Nos ameaçavam aos berros. Ficamos só com as roupas íntimas, pediram pra gente descer, esvaziaram o bagageiro e nos colocaram lá. O nosso medo é que nos deixassem trancados ali e botassem fogo no ônibus — contou à RBS TV uma passageira que não quis se identificar.

Por meio de nota, a assessoria da Auto Viação Catarinense confirmou o relato das vítimas e informou que enviou um ônibus reserva ao local e está prestando atendimento aos passageiros e familiares. A Polícia Civil também foi comunicada e já iniciou a investigação do crime. Até a tarde deste sábado, nenhum suspeito foi localizado.

Leia todas as notícias do Diário Catarinense

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioRuas da zona Industrial de Joinville com abastecimento de água comprometido https://t.co/ESGlQJ1pvWhá 6 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense completa três meses na zona de rebaixamento https://t.co/g7SHJxgrC2há 1 horaRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros