Gaeco e PM fazem operação contra explosões de agências bancárias em Santa Catarina e no Paraná - Segurança - O Sol Diário

Seguramça02/08/2017 | 10h23Atualizada em 02/08/2017 | 12h02

Gaeco e PM fazem operação contra explosões de agências bancárias em Santa Catarina e no Paraná

Agentes cumprem 33 mandados de busca e apreensão nesta quarta-feira

Gaeco e PM fazem operação contra explosões de agências bancárias em Santa Catarina e no Paraná Divulgação/Gaeco
Explosivos foram apreendidos na operação Foto: Divulgação / Gaeco
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Uma operação conjunta do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público de Santa Catarina (MP/SC) com a Polícia Militar (PM) catarinense e do Paraná nesta quarta-feira de manhã atua no combate a explosões de agências bancárias ocorridas nos dois Estados.

Os agentes cumprem 33 mandados de busca e apreensão em 14 cidades: Camboriú, Balneário Camboriú, Itapema, Navegantes, Brusque, Rio Negrinho, Água Doce, Calmon, Fazenda Rio Grande (PR), Quitandinha (PR), Araucária (PR), Curitiba (PR), Pinhais (PR) e Tijucas do Sul (PR).

Durante as investigações da Operação Integração foram presas 13 pessoas, sendo duas delas nesta quarta. A ação resultou ainda na apreensão de 60 quilos de explosivos. Segundo o MP/SC, as investigações começaram no início de 2017 com a apuração do crime de organização criminosa montada para furtos e roubos a agências bancárias.

"Quadrilha seria uma das maiores que agia em SC"

As primeiras informações obtidas com fontes policiais indicam que a quadrilha presa seria uma das maiores que atuava nos últimos anos em Santa Catarina.

- Vinha agindo com grandes ataques a agências bancárias desde 2014, principalmente no Planalto Norte catarinense - disse uma fonte do meio policial.

 O bando costumava levar grande valor em dinheiro dos caixas eletrônicos em cada ataque. O nome da operação foi dado em razão da união das ações das forças de segurança dos dois Estados.

Uma coletiva na tarde desta quarta-feira em Florianópolis dará mais detalhes do trabalho. Estarão presentes os secretário de Segurança Pública de SC, César Grubba, o coordenador-geral do Gaeco, Alexandre Graziotin, o subcomandante-geral da Polícia Militar, Araújo Gomes, o superintendente-adjunto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Admar Luciano Filho, delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz e o coordenador do grupo regional de Joinville do Gaeco, Promotor de Justiça Assis Kretzer.

Leia também:

Operação da PM contra caixeiros no Vale do Itajaí prende cinco suspeitos

Policiais interceptam e trocam tiros com quadrilha de caixeiros na BR-280

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/KAk2xyisS6há 30 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense acerta a renovação de Zé Antônio, Jorge Henrique, João Paulo e André Luís https://t.co/QBWk3rh6tEhá 1 horaRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca