Polícia localiza corpo de homem gravado sendo executado no Morro do Mosquito, em Florianópolis  - Segurança - O Sol Diário

Crime Bárbaro01/08/2017 | 16h47Atualizada em 01/08/2017 | 19h31

Polícia localiza corpo de homem gravado sendo executado no Morro do Mosquito, em Florianópolis 

Corpo estava enterrado em uma cova na mata; um foragido foi preso

Polícia localiza corpo de homem gravado sendo executado no Morro do Mosquito, em Florianópolis  Leo Munhoz/Agencia RBS
Região da Papaquara é conflagrada pela guerra no tráfico de drogas Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

A Delegacia de Homicídios encontrou na tarde desta terça-feira (1º) o corpo do homem que foi executado no Morro do Mosquito, no norte da Ilha, e cujo crime foi gravado por câmeras de celulares. Conforme a Polícia Civil, o corpo estava enterrado em uma cova na mata. A polícia informou que já tem o nome da vítima, no entanto, somente o Instituto Geral de Perícias (IGP) irá confirmar a identidade por meio de teste de DNA. Durante a diligência, um foragido procurado por roubo no Centro da Capital foi preso pelos agentes.

Ao menos três vídeos que circulam em aplicativos de mensagens e produzidos na comunidade mostram traficantes da região atirando diversas vezes contra o homem. A suspeita é de que a morte tenha sido motivada por disputa de pontos de tráfico de drogas na comunidade da Papaquara.

Conforme o delegado da Delegacia de Homicídios, Ênio Mattos, a polícia ainda não sabe quando o crime ocorreu. Ainda segundo o delegado, os vídeos, que chegaram até a polícia no domingo passado (23), poderão auxiliar na identificação dos autores do assassinato.

Nas imagens, é possível ver o rosto de dois homens de uma facção atirando, de forma alternada,contra a vítima amarrada e deitada no chão. Em outro momento, um grupo de jovens grita palavras de ordem sobre a facção rival enquanto um deles ensina os demais a como usar a arma, uma espingarda calibre 12.

Vítima seria natural de São Paulo

Policiais da Homicídios apuram a informação que a vítima seria um homem natural de São Paulo que já teve como residência um endereço em São José, na Grande Florianópolis. Um teste de DNA poderá confirmar a identidade dele, que não foi divulgada.

Ainda nessa apuração, investigadores receberam informações que também haveria um segundo corpo enterrado na mesma região, o qual seria de um adolescente morador de Florianópolis que está desaparecido. Esse corpo ainda não foi localizado

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHercílio Luz faz melhorias no Aníbal Costa para os jogos do Catarinense https://t.co/tQHE6RdJBkhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPRÉ-JOGO: confira os bastidores de Avaí x Palmeiras https://t.co/8OYdV4Vkh2há 1 horaRetweet

Veja também

O Sol Diário
Busca