Os riscos que as pomadas "milagrosas" trazem para a sua pele - O Sol Diário
 
 

 
 

Tratamento21/01/2013 | 14h01

Os riscos que as pomadas "milagrosas" trazem para a sua pele

Uso indiscriminado pode mascarar câncer de pele, provocar dermatites ou não surtir efeito

Os riscos que as pomadas "milagrosas" trazem para a sua pele Stock Photos/Divulgação
Aplicação de pomadas e cremes deve seguir orientação médica Foto: Stock Photos / Divulgação
Certamente você já recebeu indicações de amigos para usar uma pomadinha que promete milagres para tratar de algum problema na pele, não é mesmo? As pomadas são sempre requisitadas para amenizar rugas, disfarçar acnes, cravos ou cicatrizes.

Mas o que você precisa saber é que usar uma "pomadinha milagrosa" sem prescrição médica pode provocar diversos efeitos colaterais à sua pele. Segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas, algumas pessoas optam por usar cremes e/ou pomadas para tratar qualquer tipo de problema na pele.

— O uso indiscriminado pode mascarar doenças como o câncer de pele, provocar dermatites de contato (alergias) ou não surtir nenhum efeito — avisa o médico.

Em algumas pessoas o uso incorreto de cremes e pomadas podem causar hipersensibilidade ao contato com determinadas substâncias e desenvolver uma reação alérgica.

— Usar um produto sem orientação médica pode fazer mal à pele e alterar as características da doença dificultando o diagnóstico correto — alerta.

Também é importante não incentivar o uso de pomadas ou cremes que você já usou. Pomadas são medicamentos e um determinado tratamento não vale para qualquer problema.

— Dependendo da doença, o uso indevido de uma determinada pomada pode causar manchas ou estrias irreversíveis na pele. Por isso, tenha cuidado na hora de repassar uma pomadinha para alguém conhecido sem saber exatamente qual o seu quadro clínico — esclarece o dermatologista.

Os tipos de tratamento

Geralmente, o tratamento cutâneo envolve a aplicação de cremes, pomadas, gel ou loções. Os produtos mais utilizados ainda são as pomadas, de consistência mole e untuosa, baseada em uma mistura de substâncias oleosas que preservam a umidade da pele e costumam ser indicadas para tratar lesões secas.

Já os cremes são considerados pomadas em forma de emulsão com uma consistência mais fluída. Cada um desses produtos possui uma maneira correta de ser aplicado à pele e exigem movimentos certos na hora da aplicação para potencializar o seu resultado.

— O uso exagerado de pomadas com o intuito de conseguir um resultado mais rápido pode causar diversos danos à pele, além de atrapalhar o tratamento — alerta o médico.

Aplicação correta garante uma pele hidratada e livre de doenças

O dermatologista Fernando Passos de Freitas explica como aplicar uma pomada ou um creme em cada região do corpo:

> Pele - antes de aplicar o creme ou a pomada, umedeça a pele colocando a área embaixo da água ou passando um pano molhado. Seque bem e aplique o medicamento seguindo as instruções. Massageie sobre a pele até que desapareça.

> Olhos - cuidado redobrado ao aplicar qualquer pomada no rosto, principalmente nas áreas dos olhos. O correto é aplicar o produto em movimentos de dentro para fora até a pomada ser completamente absorvida pela pele.

> Nariz - aplique o creme no nariz massageando para cima e para baixo suavemente, sem deixar marcas brancas da pomada.

> Bochechas - faça movimentos circulares partindo das bochechas às extremidades do rosto.

> Lábios - massageie o creme em todo o contorno dos lábios de dentro para fora.

> Queixo - comece de baixo para cima e de dentro para fora. Massageie muito bem para prevenir a flacidez.

> Testa - faça movimentos circulares e de baixo para cima. Estique a pele na hora que for aplicar o produto.

> Pescoço - a pomada deve ser aplicada de cima para baixo para estimular a circulação local.

> Colo - comece pelo centro e siga em direção aos braços. Ou se preferir, o produto também pode ser espalhado com movimentos circulares.

> Abdome - opte por fazer movimentos circulares no sentido horário, com a palma da mão.

> Bumbum e pernas - friccione a pele fazendo leves movimentos circulares com os polegares, alternando a pressão dos dedos para a palma da mão.

Lembre-se: Não hesite em procurar o médico assim que você notar algum problema de pele. Durante a consulta certifique-se de ter entendido todas as orientações médicas, inclusive dia, horário e maneira correta de aplicar a pomada.

Pergunte sobre a duração do tratamento, pois alguns medicamentos de uso tópico, se continuados por longos períodos, acabam causando efeitos colaterais como estrias e cicatrizes.

DIÁRIO CATARINENSE

 
O Sol Diário
Busca